PublicidadePublicidade

Após dois anos, veterinária de Anápolis consegue capturar raposa em condomínio e descobre algo surpreendente

"Ainda vou pegar ele também, sou persistente", promete a profissional

Caio Henrique Caio Henrique -

Bastante conhecido por sua área verde e espaço ambiental, o Condomínio Residencial Belas Artes, em Anápolis, teve hóspedes especiais perambulando pelo local nos últimos dois anos.

Isso porque um casal de raposas estava solto nas dependências do condomínio, que está localizado no Setor Bougainville, bairro da região Norte da cidade.

Por se tratar de animais carnívoros desacostumados com o ambiente urbano, a presença deles no local passou a ser uma ameaça para os moradores por conta dos animais domésticos que ali vivem.

PublicidadePublicidade

Mas, literalmente, foi outro tipo de animal que ‘pagou o pato’. Isso porque as raposas se alimentaram não só dos patos que circundavam o lago do residencial, como também de galinhas-da-angola.

Ao longo dos dois anos, foram várias as tentativas de capturar o animal – no singular, porque até então acreditavam ser apenas um.

Há mais ou menos um mês, a médica veterinária Elisângela Sobreira, de 45 anos, resolveu arrumar armadilhas por conta própria e assumir a responsabilidade de retirar os invasores.

Não foi tão simples. À reportagem do Portal 6, ela conta que, durante o período, não foram poucas as tentativas frustradas de capturar o animal e que até gatos morderam a isca, mas nada das raposas – desta vez no plural porque, ao acompanhar os rastros dos animais, Elisângela percebeu que se tratava de um casal.

Até que, no final da tarde desta terça-feira (11), uma das arapucas finalmente teve sucesso. A fêmea foi capturada e posteriormente solta na Fazenda Santa Branca Ecoturismo, localizada no município de Terezópolis.

https://www.instagram.com/p/CDxP3HHDYme/

O macho ainda permanece no condomínio, mas não por muito tempo se depender da vontade da veterinária.

“Ainda vou pegar ele também, sou persistente”, prometeu.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade