PublicidadePublicidade

“Não vamos permitir que aconteça em Anápolis o que vemos em outras regiões do país”, diz Roberto sobre pandemia

Avatar Rafaella Soares -
PublicidadePublicidade

Roberto Naves (PP) concedeu entrevista coletiva à imprensa, na manhã desta quarta-feira (20), e falou sobre a segunda onda de casos de Covid-19 em Anápolis.

Segundo o prefeito, é necessário que a população tenha consciência e siga as medidas de segurança contra a doença, uma vez que já foi possível perceber um aumento considerável de pacientes nos últimos dias.

“Precisamos da consciência do cidadão anapolino. Não tem Poder Público, Vigilância Sanitária e polícia que consiga fiscalizar todos. Existem indícios de que essa nova variação [da Covid] encontrada no Amazonas consiga gerar sintomas mais graves em pessoas mais jovens. Precisamos da consciência de todos”, afirmou.

PublicidadePublicidade

Abandonada em 14 de outubro, o chefe do Executivo Municipal também lembrou que a matriz de risco de colapso do sistema de saúde será publicada nesta quinta-feira (21).

“Hoje o risco é leve e não tem alteração, mas se continuar aumentando, podemos voltar para o nível moderado e alto. Não vamos permitir que aconteça em Anápolis o que vemos acontecer em outras regiões do país. Por isso que aqui temos uma rede própria, bancada 100% com recursos do município pra atender o paciente anapolino”.

Vacinação

A entrevista do prefeito foi dada após a solenidade que marcou o início da imunização do grupo que atua na linha de frente contra a pandemia, no Norma Pizzari, no bairro Jundiaí.

Responsável por receber o primeiro paciente com Covid-19 no Centro de Internação, a enfermeira Elisângela Gomes de Oliveira, de 48 anos, também foi a primeira profissional de saúde a ser vacinada contra a doença em Anápolis.

“Nada mais justo que começar a vacinar por aqui. Estamos prestando essa homenagem à Elisângela e a todos os profissionais que tem sido e continuarão sendo nossos anjos protetores no combate à Covid-19″, afirmou Roberto Naves (PP), em entrevista coletiva.

Na ocasião, o prefeito aproveitou para anunciar que, além dos profissionais que atuam diretamente com os pacientes contaminados, o município também imunizará os idosos com mais de 85 anos.

Em seguida, com a chegada de novas doses, também receberão as vacinas os outros profissionais da saúde, idosos com menos de 85 anos e professores.

[jnews_block_3 first_title=”Navegue pelo assunto” include_post=”141011″]

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade