PublicidadePublicidade

Internet ‘cancela’ Carlinhos Maia mais uma vez: “surpresa nenhuma”

Ele publicou uma série de vídeos nos quais aparece com amigos na festa, ninguém usava máscaras e não havia distanciamento

Folhapress Folhapress -
(Foto: Reprodução)

O comediante Carlinhos Maia, 30, voltou a criar uma polêmica por causa de festa na pandemia. Na madrugada de sexta (09) para sábado (10), o humorista fez um evento com direito a banda e convidados em Barra de São Miguel, no estado do Alagoas.

No Instagram Stories, ele publicou uma série de vídeos nos quais aparece com amigos na festa. Ninguém usava máscaras e não havia distanciamento. Segundo a assessoria do artista, eram 20 pessoas, todas testadas.

Nas imagens, todos aparecem em clima de descontração. O influenciador fitness Erasmo Viana, 35, ex-marido de Gabriela Pugliesi, 35, era um dos presentes.

PublicidadePublicidade

Em certo momento dos vídeos, Carlinhos mostra uma parte mais vazia da festa e afirma que tudo estava sendo feito seguindo protocolos e que só gente que já estava hospedada na vila estava na festa. Porém, nas redes sociais ele foi criticado.

“Surpresa nenhuma em ver Carlinhos Maia fazendo mais uma festa no meio da pandemia. As pessoas que defendem são as mesmas que saem pra curtir baile ou fazer resenha nos fins de semana. Isso é nojento”, disparou uma seguidora.

“Carlinhos Maia disse que iria fazer a festa rosa só pra quem estava lá desde o começo da semana e que tinham sido testados pra Covid. Do nada, no dia da festa, aparece meio mundo de gente que não estava lá durante a semana”, criticou outra internauta.

Mais polêmicas na pandemia

Em dezembro de 2020, Maia foi criticado nas redes sociais por causa de uma grande festa que ele deu num final de semana e que reuniu amigos e até alguns famosos como os ex-BBB Pyong Lee e Gabi Martins.

A festança, em plena pandemia do novo coronavírus, aconteceu na cidade de Penedo, em Alagoas. Antes dela, ele dizia que faria tudo seguindo os protocolos e que o motivo da confraternização seria gerar ainda mais visibilidade para o povo da vila.

“Tudo dentro da lei. Com autorização da secretaria de Saúde e com número permitido de pessoas, bombeiro, polícia, testes”, dizia.

Em fevereiro deste ano, Maia disse, em entrevista ao programa Hora do Faro (Record), que não se arrependia de ter feito a festa de Natal na vila alagoana meses antes.

O comediante se justificou citando que as pessoas se “aglomeraram às tampas” nas eleições municipais e nas festas clandestinas, algumas promovidas por famosos.

“Na minha vila já não teve Natal no ano passado, é um povo pobre que precisa dessa visibilidade para poder continuar crescendo e a minha cidade também. Já que as pessoas não vão deixar de ir para as ruas, vamos fazer uma coisa dentro da lei mesmo”, disse.

Pela internet, não foram poucos os vídeos que mostraram a aglomeração das pessoas na festa, todas sem máscaras. Por meio de alguns vídeos no Instagram, Maia deu a entender que faria teste em todos os convidados depois da festa para saber se alguém havia contraído o vírus.

Maia se meteu em mais uma confusão em janeiro ao afirmar que recebeu um convite para ser um dos primeiros alagoanos a tomar a vacina contra a Covid-19 em Alagoas, seu estado natal. O governo estadual, no entanto, nega a informação.

“Me convidaram aqui no meu estado para ser um dos primeiros a tomar a vacina”, afirmou nas redes sociais. “Não acho justo com quem ficou em casa todo o esse tempo, não aceitei.”

O suposto convite, no entanto, foi negado pelo governo de Alagoas. Também nas redes sociais, o executivo estadual disse que o imunizante seria aplicado inicialmente em profissionais de saúde que atuassem na linha de frente, indígenas, quilombolas e idosos residentes em abrigos. “Não procedem informações de convites feitos a qualquer cidadão fora deste grupo”, dizia a nota oficial.

O Ministério Público de Alagoas (MP-AL) abriu procedimento preparatório que citava Carlinhos Maia e o prefeito de Maceió, João Henrique Caldas (conhecido como JHC), do PSB. Os dois foram ouvidos na investigação sobre o convite que o influenciador teria recebido da administração municipal para ‘furar a fila’ da vacina de Covid-19.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade