PublicidadePublicidade

Mulher tem corpo incendiado no Centro de Anápolis e populares se mobilizam para apagar fogo

Quando policiais chegaram, vítima gritava de dor. Esse não foi o primeiro caso de natureza semelhante registrado nos últimos dias em Goiás

Da Redação -
Vítima estava deitada no colchão quando teve corpo incendiado. (Foto: Reprodução)

Está consciente e orientada a mulher de 53 anos que precisou ser socorrida e levada para o Hospital Municipal Jamel Cecílio após ter o corpo incendiado nesta quinta (21), na Rua Engenheiro Portela, no Centro de Anápolis.

A informação foi confirmada ao Portal 6 na manhã desta sexta (22), pela Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), que informou também que a paciente teve ferimentos na perna esquerda e “está aguardando para curativo no centro cirúrgico”. Em seguida, deverá ser encaminhada para receber o tratamento especializado em queimaduras.

O caso ocorreu perto do fim da tarde, quando a vítima, que seria moradora em situação de rua, teria tido uma discussão com o companheiro, de 38 anos.

PublicidadePublicidade

Com raiva, o homem teria se aproveitado que ela estava deitada em um colchão para jogar pinga sobre o corpo dela e atear o fogo.

Populares que passavam pelo local se mobilizaram às pressas para jogar água na vítima e evitar que ela se queimasse ainda mais.

Quando a Polícia Militar chegou no local, a mulher gritava de dor e o marido permaneceu ao lado dela.

Enquanto a vítima precisou ser socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), o suspeito foi levado à Central de Flagrantes e deverá responder pelo crime de lesão corporal.

Consta no site do Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO), o Projudi, que ele foi mantido preso.

Em tempo

Este não é o primeiro caso de natureza semelhante registrado recentemente em Goiás. Nesta quinta (21), se apresentou à Polícia Civil, em Catalão, o suspeito de incendiar a ex-mulher e abandoná-la às margens da GO-504.

O crime ocorreu no último dia 13 de outubro e Robson Martins, de 29 anos, confessou ter cometido o atentado contra Milena dos Santos, de 24 anos, por ciúmes.

Desde então, Robson teria se escondido em construções abandonadas para não ser preso. A vítima permanece internada em estado grave no Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), em Goiânia.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.