Liberado pagamento retroativo do Auxílio Emergencial; consulte pelo CPF se você receberá

823,4 mil famílias devem ter receber a quantia, que pode chegar a valores de até R$ 3 mil

Augusto Araújo -
Liberado pagamento retroativo do Auxílio Emergencial; consulte pelo CPF se você receberá
823,4 mil pais solteiros ou chefes de família que criam os filhos sozinhos. terão acesso ao pagamento. (Foto: Marcello Casal jr/Agência Brasil)

Embora o Auxílio Emergencial tenha se encerrado em outubro de 2021, o Governo Federal disponibilizou um pagamento retroativo em janeiro para milhares de pessoas.

Dessa forma, existe uma forma de checar se você tem direito à quantia, através do seu CPF. Confira a seguir como fazer a consulta e saiba se você vai poder sacá-la.

Liberado pagamento retroativo do Auxílio Emergencial; consulte pelo CPF se você receberá

Primeiramente, é importante destacar: o pagamento retroativo não se trata de uma prorrogação do Auxílio Emergencial.

Sendo assim, apenas 823,4 mil pais chefes de família devem ter receber a quantia. Oferecido em parcela única, o montante pode variar do valor de R$ 600 até R$ 3 mil.

Inclusive, vale apontar que o motivo para o pagamento retroativo é porque os pais solos não ganharam o benefício em dobro em 2020, assim como recebiam as mães solo.

Dessa forma, o Congresso Nacional retirou o veto que impedia os repasses de R$ 1.200 para os homens.

Assim, foi feito em janeiro, o pagamento dos valores retroativos que faltavam, de modo a igualar os pais e mães solo.

A quantia depende do mês em que o brasileiro foi aprovado no auxílio emergencial. Isto posto, o benefício pode chegar a R$ 3 mil para quem recebeu as cinco primeiras parcelas.

Como consultar

Apesar de ter encerrado o Auxílio Emergencial, o governo mantém o portal usado nas consultas do benefício. Sendo assim, para ver se você tem direito ao pagamento retroativo, é preciso fazer um rápido procedimento.

Primeiro, é importante acessar o site do Dataprev. O próximo passo é informar o seu CPF, nome completo, data de nascimento e nome completo da mãe.

Depois disso, aparecerá se o governo fez o pagamento de uma parcela retroativa. Simples assim!

Entretanto, vale lembrar. Apenas os pais inscritos no CadÚnico e no Auxílio Brasil devem receber os pagamentos, desde que tenham recebido a cota simples do Auxílio Emergencial.

No caso de quem se inscreveu no site, o Ministério da Cidadania também analisou se outra pessoa não foi cadastrada como chefe da mesma família.

Siga o Portal 6 no Instagram: @portal6noticias e fique por dentro de todas as novidades!

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade