PublicidadePublicidade

O sufoco do caminhoneiro que precisou realizar mais de 30 manobras para sair de lote em Anápolis

Episódio aconteceu após os próprios trabalhadores descarregarem mais de 5 mil tijolos, bloqueando a saída

Caio Henrique Caio Henrique -
(Foto: Reprodução)

Em busca de agilizar e facilitar o descarregamento de mais de 5 mil tijolos, um caminhoneiro acabou se colocando em uma situação muito complicada, porém engraçada, em Anápolis.

O episódio aconteceu há exatamente uma semana, no dia 24 de setembro, no bairro Itamaraty, localizado na região Norte da cidade.

Na ocasião, o motorista Diovany Manoel Cândido, de 34 anos, precisava realizar o depósito do material em um local específico de um lote do setor, a mando do cliente.

PublicidadePublicidade

E foi então que o condutor teve a ideia de estacionar o caminhão dentro do próprio local, a fim de auxiliar o ajudante, de 25 anos, responsável por descer e posicionar os tijolos.

A ideia pareceu muito boa no momento, porém, se tornou uma verdadeira dor de cabeça para os envolvidos logo em seguida.

Isso porque as peças descarregadas formaram um verdadeiro muro, impossibilitando a retirada do veículo. Confira nas fotos a seguir:

Foi só depois de terminarem o trabalho que a dupla percebeu a situação que se encontravam. Mas não deixaram o bom humor de lado.

O ajudante imediatamente puxou o celular e começou a gravar e explicar o ocorrido, aproveitando para ‘pegar no pé’ do caminhoneiro. Veja:

Presos no local, duas escolhas se apresentaram para os trabalhadores.

A primeira era de desfazer parte do descarregamento e abrir um espaço maior para que o veículo pudesse ser manobrado, mas tendo que voltar para descer os tijolos depois.

A segunda era tentar sair do jeito que estava mesmo, o que eles nem sabiam ser possível.

E foi por esse caminho que Diovany decidiu seguir. Em entrevista ao G1, o motorista afirmou ter feito “mais de 30 manobras” e saído da cabine “com a camisa molhada de suor”.

Mas o esforço do motorista não foi em vão.

O tão esperado momento de ‘liberdade’ também foi gravado pelo auxiliar. No vídeo, o condutor sai do lote em meio a afirmações de “17 anos, meu filho” – brincando com a experiente carreira dirigindo caminhões. Assista:

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade