PublicidadePublicidade

Jovem tinha ‘plano perfeito’ para furtar em supermercado de Anápolis, mas deu tudo errado

Fiscal da loja presenciou o crime e contou em entrevista os detalhes do caso, que chamou atenção por dois detalhes

Da Redação Da Redação -

Uma jovem de 20 anos precisou ser encaminhada à Central de Flagrantes de Anápolis neste domingo (25), após ser flagrada furtando o supermercado Hiper Vip, no Anashopping.

Responsável pela segurança do estabelecimento no horário em que o crime aconteceu, Vinícius Silva Fernandes contou que ela estava agindo de forma suspeita desde que entrou.

“Ela tinha um semblante estranho e ficava olhando muito para as câmeras de segurança. Ela chegou cerca de umas 19h40 e ficou até aproximadamente 20h40 fazendo furto dentro do supermercado”, explicou em entrevista ao jornalista Jonathan Cavalcante, da rádio São Francisco.

PublicidadePublicidade

De acordo com o profissional, em cada corredor que a jovem passava, pegava ao menos dois ou três produtos e colocava dentro de uma bolsa.

“Ela estava com uma bolsa vazia, sem documento e sem chave. Levou vazia para praticar o furto. Como eu estava sozinho, tive que revezar entre as câmeras e fazer o acompanhamento pessoalmente. Ela ainda passou uma bolacha de R$ 0,99 no caixa para disfarçar”, relatou Vinícius.

Junto dela foram encontrados vários itens de perfumaria, higiene pessoal, hidratação para cabelo, além de um caro azeite de oliva. Se tivesse tido êxito no crime, o prejuízo aproximado seria de R$ 219.

Duas coisas chamaram atenção no caso. A primeira é que a suspeita escreveu uma lista com todos os produtos que precisava pegar no supermercado. A segunda é a desculpa que usou para cometer o crime.

“Ela tinha uma lista pronta dentro do cestinho. Tinha lá todos os itens e o que ela encontrou no supermercado, ela pegou. Depois falou que [cometeu o furto] por causa da pandemia. Afirmou que estava passando necessidade e precisava fazer aquilo. Se fosse alimento, a gente entendia e colocava para pagar, mas passar necessidade em produtos pessoais não tem jeito”, afirmou.

O caso foi registrado como furto e, agora, a garota está à disposição do Poder Judiciário.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade