PublicidadePublicidade

Os dias de diversão de Isabella Freire com namorado após receber alta do parto

Declaração de amor, compra de celular novo e almoço especial no Outback de Goiânia estão entre os momentos únicos antes da prisão da estudante

Denilson Boaventura Denilson Boaventura -
(Foto: Reprodução/ Facebook)

Da alta do parto até a prisão de Isabella Freire, de 24 anos, foram cinco dias. E de diversão, conforme descrito pelo então namorado da estudante Matheus da Silva Oliveira, de 23 anos, no depoimento em que prestou à Polícia Civil (PC).

Acusada de matar o próprio filho e ocultar o cadáver, colocando fogo em um lote baldio, no Residencial Cerejeiras, em Anápolis, a jovem viveu momentos únicos antes do caso ser descoberto.

Declaração de amor, compra de celular novo e almoço especial de Dia das Mães no Outback de Goiânia estiveram entre eles.

PublicidadePublicidade

A seguir, confira a linha do tempo com o passo a passo de Isabella Freire durante os últimos dias de liberdade:

Sábado, 08 de maio

Isabella teve alta do hospital pela manhã. À tarde, o namorado foi na casa dela e teria recebido uma declaração de amor. Os dois ficaram juntos e no início da noite saíram para buscar um celular novo que ela havia comprado. Logo após, cada um foi para sua respectiva casa – combinando de sair no outro dia.

Domingo, 09 de maio

Para comemorar o Dia das Mães, o casal foi para Goiânia junto com a mãe de Isabella. Os três almoçaram no Outback e passearam em um shopping da capital antes de retornar para Anápolis.  A janta foi na casa de Isabella, onde Matheus e ela passaram a noite juntos.

Segunda, 10 de maio

Isabella foi levar o namorado no trabalho logo cedo e disse que não trabalharia nesse dia porque estava de atestado médico por 15 dias para se recuperar do tempo em que passou internada na Santa Casa. No final da tarde, buscou ele para juntos irem experimentar as vestimentas para um casamento no qual seriam padrinhos.

Terça, 11 de maio

Os dois não se viram pessoalmente. Apenas conversaram por telefone.

Quarta, 12 de maio

Pela manhã, Isabella enviou mensagem ao namorado reclamando que estava com dores nas costas por ter passado roupa. Depois saiu de casa sem dizer para mãe onde ia. Matheus chegou a receber ligação da sogra, que queria saber se os dois estavam juntos. A mãe de Isabella disse que ela havia deixado a residência acompanhada por desconhecidos.

Na denúncia contra a jovem, o Ministério Público de Goiás (MP-GO) detalha que foi por volta das 08h59 o horário no qual Isabella destruiu e ocultou o cadáver do filho ao abandoná-lo em um lote baldio no Residencial Cerejeiras.

Por fim, o último encontro de Isabella e Matheus foi na Delegacia de Homicídios. Detida após a descoberta do corpo, ela pediu à Polícia Civil (PC) que o namorado fosse chamado até o local e se desculpou por ter mentido sobre ter feito o aborto.

Leia também: Novos detalhes mostram como Isabella Freire conseguiu enganar ex-namorado do início ao fim

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade