Conheça as picapes que a CAOA deve começar a produzir em Anápolis a partir de 2022

Modelos são das marcas Chery e Hyundai. Estimativa de investimento engloba R$ 1,5 bilhão

Augusto Araújo -
Fábrica da Caoa em Anápolis. (Foto: Divulgação/Caoa).

A montadora de veículos CAOA, instalada em Anápolis, deve trazer novidades para o setor automobilístico no segundo semestre de 2022. A empresa está com planos para produzir duas novas picapes médias na fábrica do município goiano, de acordo com o portal Mobiauto.

São elas a picape média Caoa Chery, derivada do SUV Tiggo 7 e 8, e a picape média Hyundai Santa Cruz. Ambas são camionetes adaptadas para o uso urbano, com uma capacidade de carga reduzida em comparação a marcas como a Toyota Hillux e Chevrolet S10, mas com mais espaço que modelos como a Volkswagen Saveiro.

Em relação à picape da chinesa Chery, ela deve aproveitar partes de outros SUV’s que tiveram boa aceitação no mercado nacional – Tiggo 5X, 7, 7 Pro e 8 – na estrutura do veículo.

PublicidadePublicidade

O projeto é desenvolvido atualmente na fábrica da montadora na África do Sul, mas executivos da CAOA afirmam que é grande a possibilidade do veículo ser montado em Anápolis.

Já a camionete da coreana Hyundai usará a plataforma do novo Tucson. O veículo, que já foi lançado nos EUA, deve custar entre R$ 150 mil e R$ 200 mil, dependendo da versão e dos opcionais.

A Caoa prevê um investimento de R$ 1,5 bilhão na fábrica goiana até 2025, para poder custear a produção dos novos modelos.

Portal 6 pediu fotos e projetos dos automóveis à assessoria de comunicação da montadora, mas, sem sucesso, recorreu a sites especializados no assunto e reproduz as imagens ilustrativas a seguir.

Veja a seguir o veículo na versão branco da Chery e preto da Hyundai.

 

 

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.