Encabeçada pelos CRAS, rede de proteção social oferece ajuda para pessoas em vulnerabilidade

Em situações extremas, população anapolina pode procurar apoio em programas sociais disponíveis no órgão

Lucas Tavares -
CRAS Leste, localizado na Praça Sol Nascente, no Jardim Alvorada, em Anápolis. (Foto: Lucas Tavares)

O caso da mulher que foi encontrada morando em uma barraca no meio de uma mata em Anápolis fez muitas pessoas pararem para refletir sobre a vulnerabilidade social.

A situação foi considerada atípica pela Prefeitura. Ela foi resgatada por policiais da Companhia de Policiamento Especializado (CPE), que a auxiliaram na locação de uma casa.

Para evitar que situações extremas como essa aconteçam, há uma estrutura do Poder Público voltada a amparar os que mais precisam.

Em Anápolis, assim como em outras cidades do Brasil, o Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) tem um papel fundamental nisso.

É através dele que grande parte da população vai ter acesso a serviços essenciais, como alimentação, oportunidades de cursos e vagas de emprego.

Subordinado à Secretaria Municipal de Integração Social, Esporte e Cultura, o CRAS Leste, localizado no Jardim Alvorada, é referência nesse quesito.

Técnico de Referência em Psicologia, o servidor Adailton Souza explicou como funciona o contato com os moradores e quais são as possibilidades.

“O CRAS atende em várias circunstâncias. A gente oferece, através de parcerias, cursos profissionalizantes. Toda quinta-feira temos o SINE e o espaço da oportunidade, para dar condições de a pessoa procurar trabalho e especialização”, disse ao Portal 6.

Jovens de 14 a 16 anos podem participar do Aprendiz Anápolis e garantir o primeiro emprego, com contrato de até dois anos.

Além da inserção no mercado de trabalho, outro foco das ações é na primeira infância, ou até antes disso, com acompanhamento de mulheres grávidas.

“O programa criança feliz atende grávidas e crianças até 03 anos, ou 06 se tiver alguma deficiência. Procuramos trazer para essas mães assistência, informações sobre educação, sobre a saúde dela e da criança”, explicou.

A situação de vulnerabilidade da família é verificada através do Cadastro Único (CadÚnico) que pode ser feito das 08h às 17h no Centro de Referência mais próximo.

É com o CadÚnico que se tem acesso a programas sociais do Governo Federal e Estadual, como Auxílio Brasil e Mães de Goiás.

Doações de alimentos, fraldas, kits de higiene e as cestas verdes, por meio do Banco de Alimentos, além do serviço gratuito de castração de animais são organizados pelo CRAS.

Na Praça Sol Nascente há inclusive espaço para lazer, esporte e cultura, como quadra, parque de diversão e biblioteca.

Centros de Referência da Assistência Social de Anápolis

CRAS Norte
Av. do Estado – Vila Norte (Antiga Casa Brasil)
Contato: (62) 3902-2639

CRAS Sul
Rua Copa 23, lote 4, residencial Copacabana (ao lado do feirão Reny Cury)
Contato: (62) 3902-1539

CRAS Leste
Avenida JK, quadra 12, S/N, Jardim Alvorada (Praça CEU Jardim Alvorada)
Contato: (62) 3902-1573

CRAS Leste II
Rua Antônio de Souza França, quadra 9, lote 22 (conjunto habitacional Filostro Resende Machado)
Contato: (62) 3902-1725

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade